O espírito empreendedor costuma nascer antes mesmo do surgimento da oportunidade de empreender. Pessoas bem-sucedidas geralmente apresentam qualidades para dar vida a projetos anos antes de sua realização. Sílvio Santos é um exemplo.

O hoje milionário apresentador já foi vendedor ambulante e, mesmo na época, era conhecido por sua capacidade de vender e a facilidade em se comunicar com o público. Anos depois esse talento foi seu diferencial para que se tornasse o principal comunicador do país.

A trajetória do homem do Baú é somente um exemplo que podemos citar entre tantos de pessoas que souberam transformar seu potencial em realidade. Em comum, todas elas têm uma coisa: a capacidade para identificar oportunidades de negócios.

Quer saber como você pode fazer isso também? Então confira!

1. Converse com outros empreendedores

Procure por pessoas que já fizeram um empreendimento dar certo e tente entender em que elas conseguiram encontrar a solução para os problemas que resolveram. Você não precisa ir atrás de celebridades inacessíveis. Um empreendedor de sucesso é aquele que consegue identificar no mercado oportunidades não muito claras e oferece às pessoas uma alternativa viável para lidar com problemas.

Muitos deles estão próximos de você. O dono da loja mais antiga do bairro, o jornaleiro, o taxista que é exclusivo dos moradores da região. Todos eles são pessoas que perceberam a existência de um espaço e ali começaram a atuar.

2. Acompanhe a trajetória de referências

Mais do que conversar, procure também compreender tudo sobre as pessoas mais bem-sucedidas do mercado. Leia suas biografias, acompanhe seu raciocínio nas entrevistas, nas redes sociais, em tudo. Isso é útil para ajudar você a seguir um caminho parecido.

Grandes nomes do empreendedorismo como Steve Jobs, Bill Gates, Abílio Diniz, entre outros, sempre têm lições a ensinar para quem procura por oportunidades de empreender.

3. Conheça mercados segmentados

As oportunidades estão sempre presentes em todos os momentos. Mas não pense que elas podem ser facilmente identificadas.

O inventor da geladeira, John Gorrie, era apenas um médico preocupado em manter o ar ameno para seus pacientes no hospital em que trabalhava. Foi por esse motivo que, em 1838, ele teve a ideia de pendurar sacos de gelo no ambiente interno. Diante do alto preço e da pouca disponibilidade de gelos no mercado, o médico criou uma máquina capaz de fabricá-los, dando origem a um dos eletrodomésticos mais populares do mundo.

Gorrie não se concentrou em inventar algo que fizesse sucesso. Muito menos pensou em dinheiro. Seu diferencial foi se voltar para um segmento específico e tentar resolver um problema. Concentre-se no segmento de mercado que mais tem a ver com você e procure compreendê-lo corretamente para saber quais são seus problemas. Agindo assim, você terá condições de apresentar soluções e propostas de negócios válidas.

4. Procure entender as necessidades do público

De nada adianta ter uma ideia genial se ela não é interessante para o público. As pessoas precisam ser contempladas para que seu empreendimento seja bem-sucedido.

Uma dica: em tempos de dificuldade financeira, muitas empresas fecham as portas por não terem como continuar atuando em alto padrão. Sendo assim, é comum surgirem oportunidades para quem tem visão. Exemplos são soluções de economia partilhada, como é o caso do Uber e do AirBnb.

Esteja sempre de olho nas demandas da população e siga seus instintos. Esse pode ser o caminho para a identificação de oportunidades incríveis.

Não perca a oportunidade de empreender. curta nossa página no Facebook e confira nosso conteúdo!